Roberto silva

Vire uma Folha

1 a 22 de setembro de 2020

Recepção: quinta-feira, 10 de setembro de 2020, das 18h às 20h

Investigar Ver catálogo

Fotógrafo brasileiro e fino artist Roberto silva sempre foi apaixonado por fotografia, apesar de trabalhar como analista de sistemas por muitos anos. Ele passou a se dedicar ao seu ofício com mais afinco depois de descobrir as cores intensas e saturadas que podia capturar com o filme fuji Velvia 50. Ao se aposentar da carreira fora da arte, fez aulas de fotografia e aprendeu com mentores notáveis. Desde então, ele percorre a cultura brasileira, registrando cenas de festas religiosas e folclóricas. Seu trabalho é inspirado na cultura local de diversas regiões do Brasil, o que é uma forma de individualização diante de uma cultura cada vez mais globalizada que vivemos hoje.

Seus principais focos são a fotografia de rua, capturando as pessoas e cenas do povo brasileiro, e a fotografia da natureza, isolando imagens do colorido e exuberante ambiente brasileiro. Seus métodos incluem imagens fotográficas de primeira mão, bem como pós-processamento, principalmente fazendo fotos em preto e branco e transformando suas fotos em pinturas digitais. Mais recentemente, ele tem explorado seus olhos com a fotografia em preto e branco. Com uma compreensão das vastas influências no Brasil pela colonização européia, importação de africanos escravizados e um século de imigração e mobilização, seu trabalho visa elevar o valor de sua cultura e envolvê-la em um contexto global mais amplo. Ele afirma: “Todos nós temos uma cultura única e bela que devemos preservar, incentivar e nos orgulhar”.

Ver Exposições Anteriores

Roberto silva

Vire uma Folha

1 a 22 de setembro de 2020

Recepção: quinta-feira, 10 de setembro de 2020, das 18h às 20h

Rainforest Storm 1
Tempestade na floresta tropical 1

Impressão de pigmento de arquivo
6,5" x 10"

Investigar Ver catálogo

Fotógrafo brasileiro e fino artist Roberto silva sempre foi apaixonado por fotografia, apesar de trabalhar como analista de sistemas por muitos anos. Ele passou a se dedicar ao seu ofício com mais afinco depois de descobrir as cores intensas e saturadas que podia capturar com o filme fuji Velvia 50. Ao se aposentar da carreira fora da arte, fez aulas de fotografia e aprendeu com mentores notáveis. Desde então, ele percorre a cultura brasileira, registrando cenas de festas religiosas e folclóricas. Seu trabalho é inspirado na cultura local de diversas regiões do Brasil, o que é uma forma de individualização diante de uma cultura cada vez mais globalizada que vivemos hoje.

Seus principais focos são a fotografia de rua, capturando as pessoas e cenas do povo brasileiro, e a fotografia da natureza, isolando imagens do colorido e exuberante ambiente brasileiro. Seus métodos incluem imagens fotográficas de primeira mão, bem como pós-processamento, principalmente fazendo fotos em preto e branco e transformando suas fotos em pinturas digitais. Mais recentemente, ele tem explorado seus olhos com a fotografia em preto e branco. Com uma compreensão das vastas influências no Brasil pela colonização européia, importação de africanos escravizados e um século de imigração e mobilização, seu trabalho visa elevar o valor de sua cultura e envolvê-la em um contexto global mais amplo. Ele afirma: “Todos nós temos uma cultura única e bela que devemos preservar, incentivar e nos orgulhar”.

Rainforest Storm 1
Tempestade na floresta tropical 1
Rainforest Storm 2
Tempestade na Floresta Tropical 2
Parque da Cidade (6)
Parque da Cidade (6)
Parque da Cidade (20)
Parque da Cidade (20)
Parque da Cidade (23)
Parque da Cidade (23)
Parque da Cidade (10)
Parque da Cidade (10)
Investigar Ver catálogo

Veja as Exposições Anteriores de Roberto Silva

virar uma folha | 1 a 22 de setembro de 2020

A infinidade de pensamentos
50 "x 50" - Acrílico sobre Tela